Arquivos de Categoria: LUGAR

Acontecências no Lugar

O que nós perdemos?  O que nos foi negado? Sou parte de um povo indígena, povo Munduruku, um dos 305 povos originários que existem ainda hoje no Brasil. Na verdade, temos que pensar a diversidade linguística que existe no Brasil – hoje ainda são faladas 274 línguas diferentes. Do ponto de vista antropológico, a língua […]

Lugar

https://us02web.zoom.us/j/81119035832?pwd=Mi9FQ3lCeHgwK1Z6dzdKMGJQTm5Gdz09   “Vou lhes contar aqui algumas vidas. Apenas existências que passaram diante de meus olhos. Se você está aqui, é porque vamos passar algum tempo juntos, então saiba que sou um confesso bisbilhoteiro, um fofoqueiro dos mais terríveis. Acabo revelando tudo o que vejo sem dó ou enfeites e, no confortável papel de espectador, […]

Lugar

Lugar tem o prazer de receber Daniel Munduruku, professor e escritor indígena, dia 18 de agosto às 20h45, através da plataforma Zoom. Id: 822 3962 1278 / Senha: 295326   Taisa Borges   “O Brasil é o país da diversidade cultural e linguística. Aqui, em nossas terras, convivem 307 povos indígenas  diferentes, falando algo em torno de […]

Acontecências no Lugar

Nós vivemos em um tempo de tanta potencialidade e de tanta capacidade para o desastre. Vejo com a luz de Espinoza, o que está a passar é basicamente o seguinte:  é que o tal equilíbrio entre os dois afetos, que era preciso manter, o equilíbrio entre medo e a esperança, está desequilibrado totalmente. Há muito […]

Lugar

“Quando um dia se puder caracterizar a época em que vivemos, o espanto maior será que se viveu tudo sem antes nem depois, substituindo a causalidade pela simultaneidade, a história pela notícia, a memória pelo silêncio, o futuro pelo passado, o problema pela solução. As atrocidades puderam ser atribuídas às vítimas, os agressores foram condecorados […]

Acontecências no Lugar

“Maio de 2020 Exilado entre as quatro paredes do meu quarto Tendo por única companhia O silêncio ancestral dos meus gatos Acompanho imperturbável O naufrágio lento do imenso barco Que outrora eu chamava utopia Sei que por detrás das cortinas da janela Há rangidos, gritos, alvoroço Mas meu corpo se recusa a ir até ela […]

Acontecências no Lugar

“Quem deve a carta para quem…?” Em princípio, a minha motivação era fazer um filme sobre a minha avó, essa personagem, mãe da Anistia brasileira, como protagonista. Ao mesmo tempo, tinha um outro personagem, o meu pai. Ao longo do processo do filme, fui descobrindo que ele não falava sobre ela, apagava completamente o papel […]

Lugar

“Fico te devendo uma carta sobre o Brasil” revela três gerações de uma família atravessada pela Ditadura Militar brasileira (1964-1985). Ao mergulhar em uma história pessoal e a entrelaçar com a história do país – entre passado e presente – o filme investiga a persistência do silêncio como ferramenta de apagamento da memória. O filme […]

Acontecências no Lugar

“É sempre a mesma história, mas… nem chego perto de contabilizar de quantas maneiras ela se desenrola. E não porque  seja preciso aprimorá-la, mas porque ninguém quer ficar condenado à mesma coisa… a cada execução, a narrativa se transforma tanto… Tem alguma coisa que, afinal, funciona nessa insistência”.Julia Wähmann: Cravos (2016) “Dois anos e tantos […]

Lugar

Lugar tem o prazer de convidar o escritor    Luiz Ruffato   quarta-feira, dia 18 de novembro, às 20h45, através da plataforma Zoom   “O passado são ruínas”. “É um retorno de uma pessoa a sua cidade natal, Cataguases. Ele vai tentar encontrar o passado… o passado não existe… porque o passado é uma reconstrução. O […]